Aba 1

NOTÍCIAS

Postado em 31 de Março de 2017 às 08h45

5 Maneiras de Evitar as Doenças de Outono!

Vitafrux o Melhor para Saúde e Bem-estar. A transição entre o verão e o outono é marcada pela queda brusca da temperatura e pela baixa na umidade relativa do ar. Segundo a pneumologista Dra. Andrea Sette, do Hospital...

A transição entre o verão e o outono é marcada pela queda brusca da temperatura e pela baixa na umidade relativa do ar. Segundo a pneumologista Dra. Andrea Sette, do Hospital e Maternidade Rede D’Or São Luiz, estes fatores dificultam a dispersão de partículas, o que compromete o sistema respiratório e cardiovascular. Os resultados são quadros de cansaço e dificuldade para respirar, pele seca e suscetível a rachaduras e alergias e infecções respiratórias.

O grupo de risco inclui crianças, idosos e pacientes de doenças crônicas. Estes estão mais suscetíveis a síndromes gripais, como bronquites, asma, rinossinusopatia e tosse seca. “Durante a troca de estações, as condições crônicas tornam-se mais abaladas para pacientes de bronquites, asma, rinite e sinusites. O uso de umidificadores de ar pode amenizar as dificuldades respiratórias. É importante, também, estar atento a possíveis irritações nos olhos. Secura e coceira podem indicar um quadro de conjuntivite, comum durante o outono. Em casos de tosse e febre por mais de cinco dias, o ideal é procurar tratamento médico”, explica a pneumologista.

Para evitar que estes problemas apareçam junto com a nova estação, a especialista indica cinco atitudes simples:

1 - Hidrate bem o Organismo!


Segundo Dra. Andrea, as pessoas costumam se preocupar muito com hidratação durante o verão, pois é uma época em que se perde muito líquido. Porém, no outono não é diferente. Apesar das temperaturas mais amenas, o ar fica seco, e o consumo de água é essencial.

2 - Evite permanecer em locais Fechados!


A proliferação de certos vírus é muito grande nesta época do ano, e locais fechados favorecem este processo. Procure deixar as janelas abertas para permitir que o ar circule.

3 - Lave as Mãos Constantemente!


Essa dica não vale apenas para a troca de estações: ela deve tornar-se um hábito. “Estamos em contato com diversos objetos que podem estar contaminados, por isso é imprescindível lavar as mãos com água e sabonete, de preferência líquido, e sempre que possível fazer uso do álcool em gel para finalizar”, indica a pneumologista.

4 - Mantenha uma Alimentação Balanceada!


Segundo Dra. Andrea, as síndromes gripais, que são mais comuns durante o outono, atingem principalmente crianças e idosos por conta do sistema imunológico frágil. Equilibrar a alimentação com os nutrientes e vitaminas necessários evita que o corpo fique vulnerável a contaminações.

5 - Hidrate bem a Pele!

Além de hidratar por dentro, é importante hidratar também por fora. “É comum notarmos que a pele fica mais seca com a chegada do outono. Isso pode acarretar rachaduras e irritações que desenvolvem alergias na pele”, explica a especialista. A indicação é usar um hidratante específico para o rosto e outro para o corpo. Evite banhos muito quentes, pois eles favorecem o ressecamento da pele.

Fonte: Dr. Bem-Estar

Veja também

Colágeno: Fonte de Juventude para sua Pele!28/04/17 O que comemos reflete o modo como somos vistos pelas pessoas e pelo mundo. A pele é um indicador visual de saúde que com o passar do tempo começa a apresenta sinais de envelhecimento. Na medida em que a população tem envelhecido, tem surgido um interesse crescente pelo mercado de saúde da pele, tanto na questão de cosméticos para a pele como suplementos com......
A importância do Sódio!19/08/16 Diferente do que se imagina, essa substância não está apenas presente no sal de cozinha, mas também está nos doces, principalmente nos produtos industrializados. O cuidado com os alimentos que consumimos deve ser levado......
Pesquisadores dizem que composto no Chá Verde inibe Vírus da Zika!04/11/16 Pesquisadores de São José do Rio Preto (SP) e do Mato Grosso dizem que chegaram a um composto que conseguiu inibir o vírus da zika, transmitido pelo mesmo mosquito da dengue e chikungunya, o Aedes aegypti. O trabalho é......

Voltar para (Notícias)